Therion

Therion

15 Novembro 2022 - CINETEATRO CAPITÓLIO (LISBOA)
1ª PARTE: TBC
ABERTURA DE PORTAS: 19H00
INÍCIO DO ESPETÁCULO: 20H00

  • PREÇOS BILHETES
  • 28 euros
  • CLASSIFICAÇÃO
  • M/6 anos

Os pioneiros do metal sinfónico regressam a Portugal em Novembro para um concerto único no Cineteatro Capitólio, em Lisboa.

Os THERION são um dos nomes mais criativos e aplaudidos no espectro do metal de pendor sinfónico e afirmaram-se desde cedo como um dos projetos mais criativos da sua geração. Mais de três décadas depois de terem dado os primeiros passos, continuam a manter a mesma vitalidade e, em 2022, na sequência de dois anos de paragem forçada, vão regressar à estrada para uma digressão europeia que passa pelo Cineteatro Capitólio, em Lisboa, a 15 de Novembro. Na bagagem, os suecos trazem a novidade «Mastermind», já o 17.º álbum do coletivo liderado por Christofer Johnsson. "Desta vez fizemos a única coisa que ainda estava por explorar", explica o músico num comunicado. "Decidimos por fim dar aos fãs o que sempre nos pediram. O «Leviathan» foi o primeiro álbum que enchemos deliberadamente com hits dos THERION". Épicos, grandiosos, tão pesados quanto melódicos, esses são alguns dos temas que vão ganhar vida em palco quando chegar Novembro.

Senhores de uma das carreiras mais ilustres de que há memória recente no mundo da música pesada underground, os THERION parecem ter conquistado todas as montanhas que havia para escalar e, nos dezasseis álbuns que gravaram no período entre 1991 e 2018, cobriram uma vasta gama de sons e temáticas conceptuais, da magia esotérica à mitologia nórdica. Há quatro anos, acabaram por lançar o seu disco mais ambicioso até à data, com «Beloved Antichrist» a afirmar-se como uma ópera rock em escala real que se estendeu por mais de três horas. Isso deixou o estratega criativo do coletivo com um desafio natural para resolver e o músico decidiu seguir na direção exatamente oposta e criar um álbum de 'hits'. Sempre apostado em desafiar-se e explorar novos caminhos, embora permanecendo fiel aos seus valores musicais, Johnsson criou algo que há uns anos teria sido impensável, apostando na sua fórmula de grande sucesso, que mistura a força do metal com a grandiosidade da música clássica.

BIOGRAFIA THERION

Os THERION foram fundados em 1987 pelo vocalista e guitarrista Christofer Johnsson e começaram como tantas outras bandas na transição dos anos 80 para os 90, gravando algumas demos e o mini-LP «Time Shall Tell». O álbum de estreia, «Of Darkness...», seria lançado em 1991 e foi um sucesso na cena underground do metal extremo. Apostando numa sonoridade death metal muito mais criativa do que era habitual na época, o grupo empurrou os limites do som contemporâneo e cresceram para além dele próprio. Ao longo dos anos, esse som desenvolveu-se de forma bastante única e, entre 1991 e 1996, os músicos lançaram uma sequência de discos inovadores, com cada um a revelar-se mais especial que o anterior. Após algumas mudanças de formação, que fizeram de Christofer o único membro original a permanecer no grupo, os THERION lançaram o muito aplaudido «Theli», álbum que marcaria um derradeiro avanço na sua carreira. Nesta altura, os músicos viraram-se para uma sonoridade mais semelhante a uma ópera, tão progressiva como orquestral. O desenvolvimento da estética criativa viu um novo pico criativo, com Johnsson a trabalhar pela primeira vez com uma verdadeira orquestra sinfónica. Após mais uma cisão na formação, o vocalista, guitarrista e compositor contou com a preciosa ajuda de alguns músicos de estúdio para criar aquilo que poderia ser visto perfeitamente como um “disco a solo”. No entanto, o resultado das sessões, editadas com título «Vovin», em 1998, elevou-os a outro patamar, sendo o disco mais vendido do grupo até à data.

Talvez por isso, o lançamento seguinte, «Deggial», surgiu dominado por esse novo estilo e, um ano depois, «Secrets Of The Runes» marcou o primeiro álbum conceptual, numa abordagem influenciada pela música folclórica escandinava aos mitos nórdicos. Em 2002, os THERION celebraram o 15.º aniversário com um álbum ao vivo, intitulado «Live In Midgard», e, pouco tempo depois, começaram a trabalhar em novo material para o duplo-álbum «Lemuria»/«Sirius B». Subindo à posição 63 da tabela de vendas germânica, fizeram uma tour mundial, que daria origem ao DVD «Celebrators Of Becoming». Prova de que a criatividade continuava a fluir, entre 2007 e 2009 lançaram mais três títulos, «Gothic Kabbalah», «Live Gothic» e «The Miskolc Experience». Depois disso, Christofer decidiu que estava na altura de operar novamente mudanças e «Sitra Ahra», de 2010, foi feito com uma formação completamente nova, que contava com o lendário vocalista sueco Thomas Vikström (ex-CANDLEMASS). O disco afirmou-se como mais uma explosiva fusão de metal sinfónico, muitas influências clássicas e arranjos rock intemporais, que lhes permitiram alargar ainda um pouco mais a base de seguidores.

Mesmo com alguns fãs a acharem que Johnsson tinha ido longe demais em termos de experimentação com «Les Fleures Du Mal», de 2012, ninguém pode negar que, com os THERION, o músico soube exatamente como evoluir do death metal inicial para a criação de uma das primeiras bandas de peso a fazer uma viagem bem sucedida em direção ao mundo da música clássica. Pelo caminho, o músico estabeleceu os padrões iniciais para um estilo que, uns anos mais tarde, seria conhecido como metal sinfónico. Sem nunca conhecer limites à sua criatividade, em 2018, acabaria por assinar um álbum que ficará para sempre na história como o projeto mais ambicioso do género: «Beloved Antichrist», uma ópera rock de mais de três horas de duração. Quiçá ciente de que tinha levado essa fórmula ao limite, para «Leviathan», que foi editado em Janeiro de 2021, decidiu destilar o som da banda até à sua essência, criando um disco cheio de grandes temas, que captam perfeitamente o que faz dos THERION uma banda tão duradoura.

BILHETES

Locais de Venda: Meo Blueticket.
Lojas: FNAC e bilheteira.fnac.pt, Altice Arena, Worten, El Corte Inglés, Turismo de Lisboa, ABEP, Ask Me Lisboa, Casino Lisboa, Centro Cultural de Belém, Fórum Aveiro, Galeria Comercial Campo Pequeno, Shopping Cidade do Porto, Time Out Mercado da Ribeira, U-Ticketline e Unkind.pt.
Internacional: Masqueticket.

Mais acerca de Therion