EVIL LIVE FESTIVAL

Evil Live

28 e 29 JUNHO 2022 - ALTICE ARENA (LISBOA)
ABERTURA DE PORTAS: 16H30
INÍCIO DO ESPETÁCULO: 18H00

  • PREÇOS BILHETES
  • 70 a 120 euros
  • CLASSIFICAÇÃO
  • M/6 anos

ALTER BRIDGE, MESHUGGAH, FEVER 333, VENDED e NOTHING MORE juntam-se aos PANTERA e SLIPKNOT na edição inaugural do EVIL LIVƎ FESTIVAL.

Dois regressos há muito ansiados de dois nomes consagrados, ALTER BRIDGE e MESHUGGAH, e três nomes emergentes em estreia em solo nacional: FEVER 333, VENDED e NOTHING MORE. Depois de, na semana passada, ter revelado os cabeças-de-cartaz da edição inaugural do EVIL LIVƎ FESTIVAL, a organização anuncia a presença de mais cinco nomes de peso num elenco de luxo que, durante os dias 28 e 29 de Junho de 2023, vai transformar a Altice Arena, em Lisboa, num local de paragem obrigatória para todos os melómanos afetos ao universo da música mais pesada – em todas as suas vertentes. Os ALTER BRIDGE e VENDED juntam-se assim aos PANTERA no alinhamento do primeiro dia do evento, 28 de Junho, com os MESHUGGAH, FEVER 333 e NOTHING MORE a subirem ao palco no segundo dia de concertos, 29 de Junho, encabeçado pelos SLIPKNOT.

Comandados pelos riffs poderosos de Mark Tremonti e pela voz de Myles Kennedy, os norte-americanos ALTER BRIDGE contam já com mais de uma década de carreira sólida. Um percurso constante, apoiado em canções construídas a partir de riffs e vocalizações fortes, alicerçadas em ganchos orelhudos, que lhes valeram enorme sucesso à escala global. Registando pontuações máximas em revistas como a Total Guitar e a KERRANG!, digressões esgotadas tanto nos Estados Unidos como na Europa, aparições no VH1 e até na capa da influente Classic Rock, é exatamente nessa fórmula testada com sucesso que os músicos têm baseado o seu output criativo. O mais recente álbum do grupo, «Pawns & Kings», foi editado a 14 Outubro.

Criados no final dos anos 80, os MESHUGGAH são uma das bandas mais aclamadas das últimas três décadas no universo da música pesada e vistos como precursores do fenómeno djent. Oferecendo uma forma complexa de metal que combina arranjos matemáticos e cerebrais, os ritmos esquivos do jazz mais experimental, polirritmos sincopados, dissonâncias tonais, harmonias cromáticas e uma dose de balanço tão impressionante quanto demolidora, a banda de Umeå tem uma dezena de álbuns de qualidade inegável no seu fundo de catálogo, entre os quais se contam títulos tão incontornáveis e influentes como «Destroy, Erase, Improve», «Chaosphere», «Nothing», «Catch Thirtytree» ou «Obzen», que foi até alvo de uma nomeação para um Grammy sueco. Amplamente elogiados pela imprensa, pelos fãs e pelos seus pares, afirmam-se como uma força da natureza, de que o mais recente exemplo é «Immutable», editado em 2022.

Oriundo de Los Angeles, na Califórnia, o trio FEVER 333 injeta o seu híbrido de rap e rock com letras politicamente carregadas que invocam a tradição contestatária dos pioneiros Black Flag, Public Enemy e Rage Against The Machine. Abrasiva, agressiva e enérgica, a banda estabeleceu rapidamente reputação com atuações incendiárias e, em 2019, recebeu uma nomeação para um Grammy de “Melhor Performance Rock” com o explosivo tema-título do EP de estreia «Made In America». Liderados pelo frontman Jason Aalon Butler, e com apoio dos produtores Travis Barker e John Feldmann, deram os primeiros concertos em 2017 e, apoiados numa mensagem socialmente consciente de "comunidade, ajuda e mudança", provocaram falatório com os explosivos singles «Hunting Season», «Walking In My Shoes» e «We're Coming In». Em Março de 2018, assinaram contrato com a influente Roadrunner Records, que editou «Made In America» ainda nesse ano. «Strength In Numb333rs», o primeiro longa-duração, chegou no início de 2019, sendo sucedido pelo single politicamente carregado «Presence Is Strength».

Auto-descritos como “cinco músicos de Des Moines, no Iowa, em busca do domínio mundial”, os VENDED foram criados em Fevereiro de 2018 e são atualmente compostos por Cole Espeland e Connor Grodzicki nas guitarras, Griffin Taylor na voz, Simon Crahan na bateria e Jeremiah Pugh no baixo. Após dois anos de empenho e trabalho árduo, deram um primeiro concerto esgotado no Vaudville Mews, a 8 de Março de 2020 mas, apenas alguns dias depois, o encerramento mundial devido à COVID-19 forçou-os a um longo hiato não planeado. Voltaram por fim à carga em Novembro de 2020, com a sua primeira aparição no Knotfest, e os jovens músicos mostraram-se mais fortes e famintos que nunca, embarcando de seguida numa muito bem sucedida digressão europeia. O EP de estreia «What Is It / Kill It», que foi lançado a 12 de Novembro, foi produzido por Griffin Landa, dos The Acacia Strain.

Os texanos NOTHING MORE apostam numa poderosa mistura de rock progressivo sinuoso, metal explosivo e rock alternativo pegajoso, pronto para ser tocado na rádio. Seguindo as pisadas de nomes como System of a Down, 30 Seconds To Mars, Incubus, The Mars Volta e Killswitch Engage, o grupo inicialmente criado pelos amigos de longa data Jonny Hawkins, Daniel Oliver, Mark Vollelunga e Paul O'Brien passou anos a aperfeiçoar o seu som, adotando uma rigorosa ética D.I.Y. e disponibilizando a sua música de forma independente. Em 2013, assinaram com o Eleven Seven Music Group e lançaram o quarto LP, «Nothing More», que provou ser um lançamento de arromba para a banda veterana, apresentando-os a um público muito mais vasto. O álbum seguinte, «The Stories We Tell Ourselves», lançado em 2017, rendeu-lhes nomeações nas categorias de “Melhor Performance Rock”, “Melhor Tema Rock” e “Melhor Álbum Rock” nos Grammys, e rapidamente se tornou o seu maior sucesso até à data. No início de 2022 lançaram o single «Spirits», tema-título do sexto álbum do grupo, que foi editado no final do Verão.


Na sua edição inaugural, o EVIL LIVE FESTIVAL traz os icónicos PANTERA e os avassaladores SLIPKNOT de regresso a Portugal.

A 28 e 29 de Junho de 2023, o EVIL LIVE FESTIVAL leva à Altice Arena, em Lisboa, um cartaz multigénero dentro da música pesada, incluindo os cabeças-de-cartaz PANTERA e SLIPKNOT.

O próximo ano marca a estreia de um novo festival dedicado às sonoridades mais pesadas – em todas as suas vertentes. Tendo como espinha dorsal uma aposta na diversidade de géneros e subgéneros, o EVIL LIVE FESTIVAL apresenta uma edição inaugural com propostas que vão do mainstream ao alternativo, dos riffs e das guitarradas às novas tendências mais contemporâneas, dos grandes nomes estabelecidos ao talento emergente. A primeira edição do evento decorre nos dias 28 e 29 de Junho de 2023, na Altice Arena, em Lisboa, contando com a presença das regressadas lendas vivas PANTERA e com os sempre explosivos SLIPKNOT como cabeças-de-cartaz.

A primeira noite do EVIL LIVE FESTIVAL, a 28 de Junho, promete ficar nos livros, com o regresso dos gigantes PANTERA a Portugal. Apoiado num alinhamento cheio de clássicos, o grupo – cuja formação é composta por Phil Anselmo na voz, Rex Brown no baixo, Zakk Wylde na guitarra e Charlie Benante na bateria – vai proporcionar uma oportunidade única para testemunhar ao vivo a força dos riffs e do groove de temas incontornáveis da história do metal, como «Cowboys From Hell», «A New Level» ou «Walk», com esta última a somar já mais de 200 milhões de streamings só no Spotify. Os números não espantam. Os PANTERA são universalmente considerados uma das maiores bandas de metal de todos os tempos. O quarteto originalmente criado pelos irmãos “Dimebag” Darrell e “Vinnie” Paul Abbott alcançou rapidamente um sucesso enorme à escala global nos anos 90, com múltiplos álbuns de ouro e platina, digressões esgotadas, prestações ao vivo ferozes, e quatro nomeações para os Grammy®. Até hoje, os discos que gravaram mantêm-se como pedras angulares da música pesada, incluindo «Cowboys From Hell», «Vulgar Display Of Power» e «Far Beyond Driven», que chegou ao #1 da Billboard. No novo milénio, o quarteto texano continua a inspirar multidões de músicos e milhões de fãs incrivelmente dedicados em todo o mundo.

A segunda noite do EVIL LIVE FESTIVAL, a 29 de Junho, faz adivinhar mais uma atuação para ficar na memória por parte dos SLIPKNOT, com os colossos do Iowa a trazerem pela primeira vez ao nosso país os temas do seu mais recente álbum, «The End, So Far». Liderados por Corey Taylor, os SLIPKNOT são um dos nomes mais icónicos e bem sucedidos da vaga de metal que, durante a segunda metade da década de 90, tomou de assalto o cenário da música pesada. Surgidos no final do séc. XX a partir de Des Moines, os nove mascarados estabeleceram-se rapidamente como uma das propostas mais enigmáticas e provocadoras da era moderna da música extrema. Ao longo das últimas duas décadas cresceram, transformaram-se num autêntico fenómeno de popularidade à escala mundial e extrapolaram quaisquer rótulos estanques. Pelo caminho, foram nomeados para dez Grammy Awards (vencendo o galardão em 2006 com «Before I Forget»), já arrecadaram 13 discos de platina e 44 de ouro e contam mais de 3 biliões de visualizações do YouTube até ao momento.

BILHETES

Preços dos Bilhetes:
Bilhete Diário - 70,00€
Passe 2 dias - 120,00€

Locais de Venda: Ticketline e Meo Blueticket.
Lojas: FNAC e bilheteira.fnac.pt, Altice Arena, Worten, El Corte Inglés, Turismo de Lisboa, ABEP, Ask Me Lisboa, Casino Lisboa, Centro Cultural de Belém, Fórum Aveiro, Galeria Comercial Campo Pequeno, Shopping Cidade do Porto, Time Out Mercado da Ribeira, U-Ticketline e Unkind.pt.
Internacional: Masqueticket.

Mais acerca do Festival